11.10.09

 

 

Excelente.

publicado por José Oliveira às 02:21

02.07.09

O Ministro da Economia, Manuel Pinho, demitiu-se. Olé!

 

publicado por José Oliveira às 19:59

07.06.09

 

   

 

 

Ao nível da estrutura e política europeia, nenhuma das 13 candidaturas me entusiasma verdadeiramente. E o problema não está exclusivamente nas candidaturas. A União Europeia, per se, é uma indefinição causadora deste problema óbvio: a incapacidade de envolver e entusiasmar os cidadãos envolvidos nela. E isto ajuda também a explicar o enfoque da campanha desenvolvida pelos vários partidos. Há um vazio europeu que nenhum deles é capaz de completar. Nem têm de o ser. É um problema estrutural.

 

Assim, sem esquecer as questões ideológicas que têm sempre significativa importância, o voto neste Domingo deverá servir para reconhecer a qualidade e o mérito dos candidatos. É isso que os vai distinguir no exercício do seu mandato. E é por isso que estes são os meus candidatos. Nos últimos anos provaram ser capazes de mudar a lógica política. Não se acomodando aos cargos para os quais foram eleitos, foram os impulsionadores do grupo parlamentar que mais propostas apresentou à Assembleia da República nesta legislatura. Nuno Melo, cabeça-de-lista do CDS-PP às eleições europeias, teve um papel fundamental e decisivo na comissão de inquérito sobre a situação que levou à nacionalização do BPN e sobre a supervisão bancária inerente, conseguindo desbloquear muita informação que revela a incompetência dos socialistas e o estado de falência que o socialismo provoca.

 

É este inconformismo positivo e este mérito inegável que irei premiar. É esta a imagem de Portugal que quero dar à Europa.

 

publicado por José Oliveira às 03:36

09.01.09

 

"Quanto à ideia de que temos de adoptar ou a perspectiva palestiniana ou a perspectiva israelita, considero que isso é uma razoável mas infeliz resposta ao conflito. Em tempos de crise, quando as vidas e identidades das pessoas estão sob ameaça, é compreensível que a sua cosmopolita visão mundial (se alguma vez existiu) desabe sobre si própria. Mas temos de reconhecer que ao criar dicotomias positivas e negativas estamos frequentemente a contribuir para o problema. Se escolherem campos, escolham entre os que são a favor da paz, seja qual for o lado da 'fronteira' em que eles vivam."

 

Roi Ben-Yehuda, Jornalista Judeu

 

publicado por José Oliveira às 06:03

06.01.09

O Mundo começa a perceber que Barack Obama é um ser humano e isso é notícia.

publicado por José Oliveira às 09:40

02.12.08

"Diz-se que o PSD anda agitado porque sente que pode chegar à vitória. Eu duvido. Se o futebol nos ensina alguma coisa é que para ganhar um jogo, e eventualmente um campeonato, é na baliza do adversário e não na nossa que devemos meter a bola"

 

 Rafael Barbosa

publicado por José Oliveira às 03:11

01.12.08

Barack Obama soube conquistar a esquerda durante a campanha com a ideia de que iria retirar imediatamente as tropas americanas do território iraquiano e de que iria ter uma postura totalmente diferente da anteriormente adoptada por George W. Bush. As recentes escolhas dos elementos que constituirão a sua equipa, não o confirmam.

 

Hillary Clinton ocupará o cargo de Secretária de Estado. É um cargo de alta importância na Casa Branca e com elevada importância na política externa. Aqui, Hillary sempre adoptou uma postura mais à direita do Partido Democrata. Nunca defendeu a retirada das tropas da mesma forma que Obama. Ameaçou que atacaria o Irão. E agora? Obama responde: “Não tenho dúvidas que Hillary Clinton é a pessoa certa para liderar o nosso Departamento de Estado e trabalhar comigo para abordar a ambiciosa agenda política estrangeira”. 

 

Para além desta escolha, o novo Presidente dos EUA decidiu manter Robert Gates à frente do Pentágono. Robert Gates é republicano e transita da administração Bush para a nova administração. O que irá mudar então? Muito pouco ou nada. A esquerda europeia que tanto defendeu Barack Obama, muito por causa da sua postura em relação à política externa, deve estar desiludida.

 

É a teoria do violino: agarra-se com a (mão) esquerda e toca-se com a (mão) direita.

publicado por José Oliveira às 20:36

05.11.08

 

 

"If there is anyone out there who still doubts that America is a place where all things are possible, who still wonders if the dream of our founders is alive in our time, who still questions the power of our democracy, tonight is your answer.

 

(...)

 

But above all, I will never forget who this victory truly belongs to. It belongs to you. It belongs to you.

 

(...)

 

This is your victory.

 

 

(...)

 

 

I will always be honest with you about the challenges we face. I will listen to you, especially when we disagree. And, above all, I will ask you to join in the work of remaking this nation, the only way it's been done in America for 221 years — block by block, brick by brick, calloused hand by calloused hand.

 

 

(...)

 

 

And to those Americans whose support I have yet to earn, I may not have won your vote tonight, but I hear your voices. I need your help. And I will be your president, too.

 

 

(...)

 

 

This is our time, to put our people back to work and open doors of opportunity for our kids; to restore prosperity and promote the cause of peace; to reclaim the American dream and reaffirm that fundamental truth, that, out of many, we are one; that while we breathe, we hope. And where we are met with cynicism and doubts and those who tell us that we can't, we will respond with that timeless creed that sums up the spirit of a people: Yes, we can."

 

publicado por José Oliveira às 19:42

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar
 
preocupações arquivadas
2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


no Mundo

 

Alemanha

 


 

Áustria

 


 

Bélgica

 


 

Croácia

 


 

Eslovénia

 


 

Espanha

 


 

Estados Unidos da América

 


 

Finlândia

 


 

França

 


 

Hungria

 


 

Inglaterra

 


 

Itália

 


 

Mónaco

 


 

Polónia

 


 

Portugal

 


 

República Checa

 


 

Sérvia