28.12.09

 

Abba,

 

Arromba as janelas e as portas do meu coração sempre que eu insistir em fechá-las. Transforma a minha casa e inquieta o mais íntimo de mim para que Te saiba procurar em cada experiência. Mantém-me em desassossego para que Te procure sempre. Cada vez mais.

publicado por José Oliveira às 03:49

19.12.09

O design de um Moleskine em revista. Muito interessante.

 

 

"Dos nossos maiores desequilíbrios, o mais exasperante é entre o pouco que lemos e o muito que escrevemos. Em tantas outras áreas, puxa-nos mais para a área dos espectadores do que para a dos protagonistas.

 

(...)

 

Escrevemos que nos fartamos, porque vemos a escrita como uma expressão de nós próprios, como falar. Escrevemos para nos defendermos, para concordarmos com o que escrevemos, para que conste.

 

(...)

 

Escrever é uma maneira de pensar que não se consegue pelo pensamento apenas. Os constrangimentos sintácticos e gramaticais da escrita, em vez de nos reprimirem, levam-nos a encontrar frases que não existiam antes de serem escritas; que não podiam existir de outra maneira."

 

Miguel Esteves Cardoso

publicado por José Oliveira às 15:14

17.12.09

A respiração não tem grande mistério: inspirar, expirar, inspirar, expirar. Sempre igual. A única coisa que varia é o ritmo deste processo. Umas vezes mais rápido, outras mais lento, o ritmo da respiração não pede licença para se alterar e adapta-se às exigências do corpo para o manter em pleno funcionamento. Mas não é só a parte física que exige uma boa respiração para se manter saudável, também a parte psicológica (que inclui a mental e a afectiva) necessita de uma.

 

A grande dificuldade de ter uma boa respiração que alimente a parte psicológica da forma desejada é conseguir controlá-la. Ao contrário da respiração como processo fisiológico, o ritmo desta respiração não se adapta às necessidades de forma automática. O ritmo desta respiração precisa de ser regulado e esta regulação tem imensas implicações. Para fazer uma regulação correcta do ritmo da respiração que mantenha o normal funcionamento da parte psicológica é obrigatório começar por estar constantemente atento às necessidades. Nem sempre precisamos de inspirar, mas também não é possível aguentar apenas a expirar. Também não é necessariamente verdade que o equilíbrio passe por dosear na mesma medida a inspiração e a expiração; em cada dia, semana ou mês, as doses necessárias de cada um vão variando. Então, quem as determina? A vida. É a ela que temos de estar atentos.

 

Se conseguimos fazer um bom diagnóstico do que a vida nos exige em cada momento, perfeito: facilmente gerimos o tempo e regulamos o ritmo. Na verdade, não é algo assim tão complicado de fazer, pois é natural que estejamos constantemente atentos aos desafios do nosso caminho. Mas sempre que nos descuidarmos na atenção ou avaliarmos mal os desafios, as coisas podem correr bastante mal. Expirar em demasia quando a vida nos pede que dediquemos uma boa parte à inspiração (e vice-versa, claro) pode ser um grande problema.

 

Evitar o problema de uma respiração desregulada é uma responsabilidade exclusivamente pessoal. Ninguém pode substituir outrem nessa tarefa. Já as consequências de uma respiração desregulada não se cingem apenas à pessoa que a origina, mas alastram-se a todas aquelas que, de um modo forte e contínuo, lhe estão ligadas afectivamente. E este, sim, é o verdadeiro problema.

tags:
publicado por José Oliveira às 08:27

13.11.09

"Experience is the name everyone gives to their mistakes."

 

Oscar Wilde

publicado por José Oliveira às 00:27

11.10.09

 

 

Excelente.

publicado por José Oliveira às 02:21

28.09.09

Receio não conseguir especificar o número de anos que já passaram desde a primeira vez que ouvi a Welcome to Paradise e a Basket Case. De certo que também não conseguirei dizer há quanto tempo desejo ver um concerto de Green Day. Porquê? Porque depois de tanta espera, o tempo tornou-se parte de mim. Ainda assim, a verdade é que tudo isto perdeu importância no dia de hoje.

 

Hoje cumprirei um sonho. Estarei no Pavilhão Atlântico para viver 3 horas do que aqueles senhores quiserem. As expectativas são altíssimas e a ansiedade começa a aumentar. O dia verde chegou a Portugal. É hoje.

 

"I'm having trouble trying to sleep,

I'm couting sheep but running out

As time ticks by

And still I try

No rest for crosstops in my mind

 

On my own, here we go!"

publicado por José Oliveira às 03:06

31.08.09

Nove meses é o tempo de gestação de um ser humano. Não sou nenhum entendido na matéria (nem pretendo), mas tenho uma ideia em relação a um aspecto: acho que por volta do sétimo/oitavo mês a mulher deve sentir-se cansada com frequência e desejar o maior descanso possível. Sei ainda - e isto já é uma certeza - que o bebé nasce no nono mês.

 

Refiro tudo isto porque acredito que o facto de Setembro ser o mês número 9 tem um significado especial. Tal como numa gravidez, a partir do 7º mês (Julho) já só queremos descanso de todo o trabalho que tivemos até à altura, apesar de nunca deixarmos de nos preparar para as novidades do 9º mês. Vamos alternando descanso com preocupações durante as férias até que, chegada a primeira semana de Setembro, quando rebentam as águas e começa o parto, experimentamos mil e uma sensações, expectando o melhor para a novidade de um ano que aí começa. É desgastante, frenético e louco, mas tudo é feito com o maior prazer pois existe a esperança de que valerá a pena.

 

O 9º mês é importante porque faz a passagem da preparação para a concretização. Esta passagem envolve tudo aquilo que já disse e é assim que perspectivo o mês que amanhã começa. Setembro é o verdadeiro 9º mês. Venha ele.

 

tags:
publicado por José Oliveira às 06:13

26.08.09

 

Este foi o caminho que escolhemos para as férias que mudaram a nossa Vida. Invadimos cumplicemente o espaço do outro, elevando a nossa intimidade a um novo nível. Ainda estou a saborear a realidade explorada, mas não tenho dúvida de que conquistámos um lugar mais firme e íntimo no espaço do outro, tal como queria. Não sei se foi um teste, um exemplo, uma prova, um aperitivo, ou tudo isto. Sei que foi fantástico e isso chega-me.

 

publicado por José Oliveira às 01:12

13.08.09

De regresso de Sevilha e ainda sem parar, já preparo outra viagem. Muito diferente de todas as que já fiz, esta terá uma particularidade incrivelmente especial. Seremos dois - e todo o resto do mundo - a viver para nós. Sei que irei lamentar a teimosia dos relógios em jamais pararem. Sei que não me desligarei por completo do que deixo aqui. Sei que não será a viagem idealmente perfeita, mas será a nossa viagem. A tão desejada e procurada viagem. Um teste, um exemplo, uma prova, um aperitivo, uma primeira viagem num espaço ainda muito pouco explorado por nós: o espaço do outro.

publicado por José Oliveira às 01:55

05.08.09

 

A caminho.

publicado por José Oliveira às 08:10

04.08.09

Nos próximos dias terei a oportunidade de conhecer a "capital" da Andalucía, Sevilha. Fá-lo-ei por motivos profissionais (sabe bem pronunciar esta expressão) o que, nesta altura da minha vida, me dará mais gozo ainda. Terei obrigações a ocupar a maioria do tempo, mas procurarei aproveitar bem o tempo livre. Tenho algumas curiosidades para satisfazer, como visitar o marcante Estadio Olímpico de Sevilla, onde o FC Porto venceu a Taça UEFA em 2003, conhecer a Praça de Touros que não é perfeitamente circular e tentar descobrir um pouco mais do Flamenco.

 

Esta viagem é um bom exemplo do estilo destas minhas férias: muito trabalho misturado com descanso e diversão. Uma mistura estranha, pouco habitual mas que, por enquanto, está a resultar. Em Agosto ainda terei momentos mais relaxados, com mais sabor a férias, mas Setembro - um mês recheado de trabalho - aproxima-se vertiginosamente. Tudo isto é de loucos, mas estou a gostar. ALA Sevilha!

tags:
publicado por José Oliveira às 22:35

01.08.09

Agosto começa com chuva.

tags:
publicado por José Oliveira às 04:52

27.07.09

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por José Oliveira às 06:57

21.07.09

Faltam 60 horas para o final da época de exames.

tags:
publicado por José Oliveira às 23:44

17.07.09

Por tudo o que conquistaste, por tudo o que és, estás de parabéns. Amo-te.

publicado por José Oliveira às 07:41

09.07.09

publicado por José Oliveira às 06:05

07.07.09

Vendido por 94 milhões, foi apresentado perante 85 milhões. Estratosférico.

publicado por José Oliveira às 06:48

02.07.09

O Ministro da Economia, Manuel Pinho, demitiu-se. Olé!

 

publicado por José Oliveira às 19:59

27.06.09

"Eu bem avisei que o Michael Jackson andava com uma cor estranha"

 

Bruno Nogueira 

publicado por José Oliveira às 03:04

22.06.09

Se o calor deixasse, eu dormia.

tags:
publicado por José Oliveira às 03:47

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar
 
preocupações arquivadas
2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2007:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2006:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


no Mundo

 

Alemanha

 


 

Áustria

 


 

Bélgica

 


 

Croácia

 


 

Eslovénia

 


 

Espanha

 


 

Estados Unidos da América

 


 

Finlândia

 


 

França

 


 

Hungria

 


 

Inglaterra

 


 

Itália

 


 

Mónaco

 


 

Polónia

 


 

Portugal

 


 

República Checa

 


 

Sérvia